Como utilizar a experiência do cliente a seu favor?

Para iniciarmos a reflexão sobre como realizar um pós venda eficaz e realmente válido, é preciso ter em mente a real definição sobre o que é a “experiência do cliente”.

Como o próprio nome sugere, o termo refere-se a percepção que o consumidor construiu sobre determinado produto ou serviço após as várias interações que teve com ele. Isso inclui todos os contatos feitos com a empresa antes da compra, durante o fechamento do negócio e também no pós-venda. Sendo assim, quanto mais positivas forem as experiências, maiores as chances dele se tornar um cliente fiel.

Um case de sucesso que podemos utilizar para exemplificar melhor a importância da experiência do cliente é a Netflix. Desde quando a empresa entregava DVDs na casa dos seus clientes, seu foco sempre foi priorizar a boa relação com o consumidor. Atualmente, uma das características que mais atrai o cliente para o seu serviço é o famoso “um mês grátis”. E é aí que começa a experiência. Mas o mais importante é que essa experiência não termina quando ele finalmente assina o serviço de streaming.

A Netflix também coloca em prática a estratégia de experiência do cliente de diversas outras maneiras, como no atendimento facilitado e rápido, nos recados personalizados para os consumidores em suas redes sociais, na produção de séries originais e nas divulgações criativas pensadas para usuários específicos de seu serviço. Desse modo, ela garante ao seu público sempre as melhores experiências.

Resultado de imagem para netflix

Mas afinal o que você, como empreendedor, pode fazer melhorar a experiência com o seu cliente e como pode aplicar esse método de maneira efetiva?

1 – Ofereça um diferencial
Muitas vezes no mercado é fácil encontrar “mais do mesmo”, empresas que não oferecem um diferencial. Se sua empresa estiver nesse grupo, é possível que muitas vezes o seu concorrente esteja proporcionando algo que o seu público não encontra na sua empresa.Por isso, seja sincero consigo mesmo e se pergunte: quais características únicas e exclusivas eu ofereço para melhorar a experiência do meu cliente? Com as respostas, você vai conseguir desenvolver ações para fisgá-lo com mais facilidade e, posteriormente, fidelizá-lo.

2 – Fique atento às interações
Seus consumidores normalmente irão deixar rastros através de suas interações. Independente do canal, seja por e-mail, redes sociais, telefone, aplicativos… Sempre é importante dar a atenção necessária para esse diálogo que acontece entre consumidor e empresa.

Resultado de imagem para interação midias sociais

3 – Atenda às necessidades dos consumidores

Para que uma experiência seja no mínimo boa é necessário que a empresa cumpra com a promessa de atender à necessidade do cliente com a qual se comprometeu. Qualquer coisa diferente disso vai acabar caracterizando uma experiência ruim. Por exemplo: se um consumidor está procurando um carro de alta potência para fazer trilhas e você garante que o seu é o melhor da categoria, não pode entregar um carro nem de baixa, nem de média potência.

4 – Escute o seu cliente

Escutar é a palavra-chave para proporcionar a melhor experiência aos seus clientes. Portanto, aproveite todas as oportunidades que tiver, tanto para ouvi-los quanto para conhecê-los mais. Isso facilita o trabalho de personalização da experiência e estreita a relação entre consumidor e empresa. Além disso, é muito importante que você não fique esperando por uma reclamação, mas, sim, que procure por esse retorno do cliente para saber como está sendo a experiência dele com o seu serviço ou produto.

6 – Dê sempre retorno aos clientes

Sabe aquela frase “Faça aos outros o que gostaria que fizessem para você”? Nos negócios podemos adaptá-la para “Ofereça a seus clientes o que gostaria que oferecessem para você”. Portanto, sempre dê retorno aos seus consumidores. Diga como eles são responsáveis por sua empresa alcançar determinados resultados e mostre a importância que eles têm. Afinal, quando esse retorno é dado de forma genuína, ele gera reciprocidade e engajamento do consumidor. Lembre-se sempre: apenas clientes que são surpreendidos positivamente por suas experiências de compra são capazes de se tornar embaixadores de uma marca.

Fonte: Conta Azul

5 livros sobre gestão que todo empreendedor precisa ler

Sejam obras fictícias ou histórias reais, livros sobre gestão são sempre excelentes aliados para líderes que desejam melhorar seus conhecimentos. Isso porque trazem ensinamentos sobre várias áreas que podem ajudar o profissional a lidar com os desafios no trabalho.

Segue abaixo 7 livros sobre gestão que irão contribuir para a formação de um bom líder. Confira!

1. Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes
A obra escrita Stephen Covey é um excelente livro sobre gestão que não pode faltar na sua estante.
Para o autor, vencer ou fracassar é resultado de 7 hábitos que diferem as pessoas felizes, saudáveis e bem sucedidas de pessoas fracassadas, que sacrificam sua felicidade para alcançar o sucesso.
O livro é recomendado para líderes porque convida o leitor a realizar mudanças de comportamento de dentro para fora. Não importa quantas pessoas você lidere, a única pessoa que você consegue modificar é você mesmo.
Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes fala de auto-domínio, trabalho em equipe, cooperação, comunicação e renovação contínua — competências altamente necessárias no mundo corporativo.

2. Como fazer amigos e influenciar pessoas
Este livro explora um ponto sensível no comportamento humano: a melhor maneira de se relacionar com as pessoas. Carnegie afirma que para se relacionar bem com as pessoas é preciso se colocar genuinamente no lugar delas, pois, dessa forma, você deixa de julgar, criticar ou condenar o próximo.
Ele ensina práticas para conquistar a confiança das pessoas, sem manipulá-las, e cita exemplos de grandes líderes, como Abraham Lincoln.

3. Primeiro quebre todas as regras
Este livro é resultado de dois estudos importantes realizados pelos autores da obra: Marcus Buckingham e Curt Coffman. A obra apresenta os princípios importantes de grandes gerentes e oferece exemplos de líderes que põem em prática os seus conhecimentos de gestão.
O livro mostra claramente a diferença entre grandes líderes e aqueles medianos, porque é preciso estar atento à natureza individual de cada funcionário e cita as habilidades que mais valorizadas.
O primeiro motivo para a leitura deste livro ser inspiradora para líderes, é que suas ideias são apoiadas em pesquisas de profundidade e não em teoria. Ele é um estudo bem fundamentado sobre o que os funcionários pensam da liderança e o que grandes gestores fazem para atingir resultados excepcionais.

4. Quem mexeu no meu queijo?
O livro de Spencer Johnson é uma obra que retrata a vida, sua dinâmica e os objetivos que muitos buscam. Ele faz uma analogia às variações do cotidiano do ser humano, sujeito a mudanças inesperadas.
Na história, os personagens vivem um desafio em busca do que eles querem ter, que no livro é representado pelo queijo. Mas, mudanças repentinas fazem com que eles busquem outras alternativas de alcançarem seus objetivos.
A mensagem passada no texto é que o cenário pode mudar a qualquer momento e que as pessoas devem estar preparadas para isso. Além disso, o ser humano nunca deve se acomodar diante de nenhuma situação, pois, ao se adaptar às mudanças, pode alcançar objetivos maiores e melhores.

5. Criatividade S.A

O livro Criatividade S.A foi escrito por Ed Catmull, um dos fundadores do mais importante e lucrativo estúdio de animação da atualidade: a Pixar. O livro narra a trajetória de sucesso do estúdio, desde os encontros com a equipe às reuniões de brainstorm.
Catmull mostra como se constrói uma cultura de criatividade em um livro para quem busca inspiração para os próprios negócios.
Sua leitura se torna interessante porque conta a história de uma empresa importante no cenário atual e que pode ser considerada um exemplo prático de criatividade. Além disso, Catmull cita no livro a importância de ter a equipe certa, pois ela é o ponto chave para se ter novas ideias. Ele também estimula o leitor a ter uma mentalidade criativa.

Já leu alguma dessas obras? Como foi experiência? Uma boa leitura destes livros pode ajudar, e muito, na organização de sua empresa.

Fonte: Project Builder

Empreendedorismo e liderança sustentável

Empreender é mobilizar pessoas, investidores e recursos para transformar ideias em realidade. Porém, no mundo empresarial, uma ideia, por melhor que pareça, se não contemplar soluções que visem ao desenvolvimento equilibrado da economia, da sociedade e do planeta, terá cada vez menos chances de sair do papel.
Não é de hoje que a sustentabilidade tem ganhado espaço no planejamento estratégico das empresas. Cada vez mais empreendedores enxergam o desenvolvimento sustentável como fonte de vantagem competitiva sobre seus concorrentes, utilizando assim iniciativas que vão desde o uso dos recursos humanos até a minimização dos impactos no meio ambiente.
Para o empreendedor o mais importante é tomar iniciativa e buscar maneiras de reduzir o impacto ambiental causado pelo empreendimento. E isso vai desde reduzir a quantidade de matéria-prima utilizada na sua empresa, poupar a energia utilizada na produção, promover a criação de um sistema de que facilite o descarte da embalagem de produtos, até trabalhar o posicionamento da empresa de forma a conscientizar e propagar a necessidade de aderir aos desenvolvimento empresarial sustentável.


Ética, transparência, respeito à diversidade e cuidado ecológico são alguns dos valores que estruturam o chamado conceito de sustentabilidade e diferenciam líderes sustentáveis dos convencionais. Amparadas em princípios sólidos, essas lideranças sairão na frente na corrida por empreender os negócios de destaque no século XXI, pois:

– têm coragem, paixão e resiliência para promover mudanças e romper com padrões aparentemente inabaláveis:
– são empáticas e capazes de desenvolver fortes relações de sinergia; conseguem realizar amplas leituras de cenário para identificar oportunidades de negócio e inovar;
– dedicam-se a formar novos líderes por meio de seus exemplos e histórias; e compreendem a interdependência entre os sistemas produtivo, ambiental e social.
O empreendedor deve lembrar que essa é uma preocupação do seu público e que ações voltadas para a sustentabilidade, além de serem ótimas para o planeta, são um diferencial para o consumidor, e cada vez mais se torna um fator decisivo na hora da compra. Esse tipo de ação também pode reduzir os custos de produção do produto.
Ou seja, com os investimentos em sustentabilidade todos saem ganhando. O consumidor tem mais opções na hora da compra, o empreendedor ganha em diferenciação e quem sabe até em redução de custos, e o nosso planeta agradece.

Mães empreendedoras: Dicas para aumentar a produtividade!

 

Você está pensando em ter um filho, mas questiona o impacto que ele terá no seu trabalho? Ou até mesmo, já constituiu uma família e deseja algumas dicas para auxiliar na sua organização diárias e assim proporcionar maior agilidade nas suas tarefas?
Para iniciar nossa discussão, abordamos uma pesquisa realizada por pesquisadores da Federal Reserve Bank of St. Louis, que concluíram que mães são mais produtivas se compararmos com mulheres que nunca tiveram filhos. Porém, esse dado pode levar ao seguinte questionamento: com o nascimento do bebê uma fatia da produtividade da mãe não fica comprometida? Noites mal dormidas, filhos doentes, trocas de fraldas constantemente… Essas são algumas das atividades que podem vir a minar o desempenho das mulheres, porém, também e visto que os filhos trazem um impacto positivo assim que começam a ganhar idade, pois desenvolvem ainda mais o senso de responsabilidade, compromisso, determinação e motivação, tudo isso atrelado as novas experiências que a maternidade proporciona.

Como ser uma mãe empreendedora mais produtiva?
Agora que já abordamos um pouco sobre o impacto dos filhos na vida de uma mãe, vale ressaltar dicas para tornar os dias mais longos e valiosos. Sendo elas:
* Valorize seu tempo: Sem dúvida pensar em como gerenciar o tempo entre tantas tarefas da vida de mãe, mulher, dona de casa e empreendedora é algo que parece praticamente impossível em alguns casos. Sendo assim, em meio a tantas ocupações é importante definir e separar as demandas diárias em nível de prioridade (faça listas, coloque no papel, no seu notebook, no seu smartphone), mantendo assim o foco e distribuindo seu tempo de maneira inteligente.
* Prepare seus filhos: converse e prepare seus filhos para o que vai acontecer e sobre o local que vocês estão indo, antes mesmo de sair de casa. Ao entrar no carro, por exemplo, explique a situação e esclareça a situação. Principalmente, aborde sobre quais comportamentos você não irá tolerar, assim como quais tarefas e momentos a participação deles será muito bem-vinda.


* Imponha limites: Essa é uma dica que pode ser aplicada em diversas situação da sua rotina. Pode parecer óbvio, mas muitos pais não conseguem perceber como os limites são importantes para conseguir conciliar todas tarefas do dia-a-dia com a criação dos filhos. Manter o senso de autoridade e respeito no seu lar é fundamental.
* Seja flexível: Por fim, seja flexível! Muitas vezes os dias turbulentos nos faz perder um pouco a sensibilidade para determinados momentos, por isso, não se esqueça, a maternidade é um eterno ciclo de aprendizagem e por mais que os limites sejam fundamentais na conciliação da sua vida profissional e pessoal, mantem hábitos flexíveis também ajudam as crianças a sentirem-se mais positivas e dispostas a colaborar.

Ser mãe é um desafio para a vida e assim deve ser encarado! Por isso, ao aplicar as dicas que foram passadas, saiba que nenhuma mudança ocorre por completo do dia para a noite. Seus filhos precisam se tempo para adaptar-se as novas ideias. Por isso, seja persistente e siga aprimorando a forma com que você os educa dia após dia. Com certeza assim você conseguirá administrar melhor seu tempo e seus filhos terão hábitos compatíveis com a sua necessidade de empreendedora!